SCIA Quadra 14 Conjunto 4, Lote 2, Brasília, DF (61) 3363-9112
Home Separador Blog Separador Como manter colaboradores motivados

Blog

Blog
almeidafranca_bdfe36ac6b

O desafio de ser empreendedor

Por: Almeida França

12 de agosto de 2014

Abrir um novo negócio no atual cenário de um mercado global, econômica e competitivamente potencializado pode ser algo arriscado. Ter uma ideia inovadora e recursos para começar um negócio é tão importante quanto o capital intelectual para saber gerenciar um empreendimento e uma equipe.

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), cerca de 60% das empresas interrompem suas atividades com até cinco anos de vida por incapacidade de continuar e o motivo mais frequente são os problemas em gestão. Ainda assim, a participação das pequenas empresas aumenta gradativamente e elas já possuem grande representatividade no contexto econômico nacional.

Dirigir estrategicamente uma empresa demanda uma visão holística em relação à missão, aos objetivos e às ações a serem empreendidas. Tudo isso está ligado à relação com o mercado competitivo e o cenário cultural, econômico e social em que está incluso.

Pode ser difícil manter e abrir o próprio negócio, mas para você não desanimar, Renato Santos explica melhor alguns conceitos importantes de uma gestão inteligente. Ele é especialista em finanças e marketing, consultor do Banco Mundial, trabalha há 20 anos com o SEBRAE e também participou como comentarista do programa “O Aprendiz”, exibido pela Rede Record.

A respeito de gestão estratégica, ele conceituou: “Gestão estratégica é aquela em que o negócio tem uma visão de futuro clara e compreensível para todos os tomadores de decisão – na qual parte substancial do tempo dos executivos é voltada para implementar a visão, tornando-a realidade”.

Para completar, ele diferenciou os conceitos de Gestão Estratégica e Planejamento Estratégico: “Planejamento estratégico é o processo pelo qual a visão de futuro, e o caminho para que seja implementada, são construídos. É essencialmente o “desenho do mapa”. Gestão estratégica é o processo pelo qual o mapa desenhado é trazido à realidade pelo desenvolvimento de ações que tangibilizem a visão no horizonte de prazo definido.” E complementou dizendo que o planejamento moderno se caracteriza pela união das duas etapas, ou “Fazejamento”.

Renato Santos destacou a área de gestão de pessoas como uma das mais estratégicas. Por isso diz que recrutar, selecionar, treinar, direcionar, avaliar e prover feedback adequados são imprescindíveis para o sucesso do negócio.

Quanto ao principal cuidado que um administrador de pequenas e médias empresas (PMEs) deve ter, o especialista concluiu que gestão financeira deve ser o ponto de maior atenção pois estes empreendimentos normalmente têm reservas reduzidas e dificuldade em captar recursos. Ele afirma que um erro na gestão financeira pode prejudicar o ano da empresa e leva-la à falência em casos mais graves.

Sendo assim, para ser um empreendedor, é necessário mais do que entusiasmo em abrir o próprio negócio. Fomentar o pensamento estratégico dentro das empresas se tornou uma ferramenta necessária. Pode ser um grande desafio, mas também a chave para o sucesso.

Por Yasmim Perna – Facto – Agência de comunicação